5 de Janeiro

 

Santidade 

 

Leitura Bíblica: Levítico 16 

 

Tudo foi feito conforme o Senhor tinha ordenado a Moisés (Lv 16.34b). 

 

   O texto de Levítico 16 mostra o cuidado que o Senhor tinha para que seu povo fosse purificado dos seus pecados. Além de todos os sacrifícios diário que eram feitos, o Senhor ainda estabeleceu o sacrifício da expiação, que acontecia uma vez por ano (v.34a).O próprio sacerdote deveria fazê-lo por si e por sua família (v.6, 11).Você já pensou como era difícil para o povo daquela época ser perdoado e se santificar? Era preciso oferecer sacrifícios até mesmo pelos possíveis pecados ocultos que cometiam e também os tornavam impuros.

    O livro de Hebreus (9.11-15; 10.1-18) fala destes ritos como um sinal do sacerdócio do nosso Senhor Jesus Cristo, que viria mais á frente na história. Todos esses ritos que o povo e o sacerdote do Antigo Testamento faziam eram inferiores ao de Cristo. Jesus foi um sacerdote diferente de todos os outros, pois não precisou fazer sacrifícios por si mesmo como os sacerdotes. Ao contrário, Jesus ofereceu um único sacrifício, foi o sacrifício no qual ele se entregou por todos nós. Esse foi suficiente para dar perdão e fazer a purificação de todos em uma única vez.

     Hoje, para buscarmos o perdão dos pecados e a santificação, não precisamos dos sacrifícios  da expiação, feito pelo sacerdote uma vez por ano. Também não precisamos de um bode expiatório que leve os nossos pecados para os sacrifício mais distantes e lá venha morrer. Basta aceitarmos o sacrifício daquele que se entregou por nós: Jesus Cristo. Podemos dizer que o que motivava o povo a obedecer e a fazer todos esses ritos seria a busca pelo perdão dos pecados, bem como a busca pela santidade. O que você tem feio para receber o perdão e tornar-se santo? Você tem se preocupado com isso? Olhe para aquilo que i povo e o sacerdote precisavam fazer, antigamente, e observe aquilo que o sacerdote perfeito, Jesus, fez por você e agora faça a sua parte, aceitando-o. – MLN 

 

        “Deus... nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo” (2Co 5.18).