16 de janeiro 

 

Fazer o quê?

 

Leitura Bíblica: Eclesiastes 9.7-10 

 

Assim, que vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, falam tudo para a glória de Deus (1Co 10.31). 

 

    Temos, como um presente especial durante a nossa vida, a possibilidade de realizar diversas atividades. Deveríamos viver e desfrutar cada momento com alegria. Mas, diante de tantas ocupações, é perigoso ficarmos sobrecarregados e darmos prioridade ao que não é importante. Mais do que fazer coisas durante a vida, precisamos de sabedoria para discernir o que devemos fazer e quanto podemos fazer. Quem deve guiar nossas atividades é o nosso Deus. Somente em comunhão com ele teremos direção para fazer o que as nossas mãos tiveram de fazer. Diariamente precisamos  questionar nossas ações. É preciso fugir do erro de assumir uma carga muito grande de compromissos e não dar contar  de cumpri-lo. Temos de concentrar-nos nas prioridades.

    Diante de tantas atividades, cursos, trabalhos, esportes, lazer, família, igreja, precisamos manter-nos responsáveis naquilo que assumimos. Para isso não podemos cair no erro do ativismo. É muito comum as pessoas fazerem nada direito. É preciso abandonar o ativismo – essa impressão de que o simples fato de estar fazendo alguma coisa nos faz pensar que estamos bem.

    Fazer o quê? Pode ser hora de voltar a fazer coisas antigas que abandonamos por falta de tempo. Talvez devamos preocupar-nos mais em ajudar outras pessoas, fazer o bem aos nossos inimigos. Ações humildes que visam a glória de Deus mais que promoção pessoal. Descubra o que fazer. Mas, seja o que for que estiver realizando, faça-o com alegria e gratidão a Deus, sem murmurações e discussões

    Um dia nossa vida terrena chegará ao fim. Aí não haverá mais o que fazer aqui, nem poderemos. Por isso, devemos dedicar-nos com todas a nossa força àquilo que é a vontade de Deus para a nossa vida. – HSG 

 

                       Faça tudo o que for da vontade de Deus.