27 de Fevereiro

 

Controle

 

Leitura Bíblica: Provérbios 26.18-27

 

O fruto do Espírito é domínio próprio (Gl 5.22-23).

 

    Dizem que quem tem o controle (remoto!) tem o poder! É verdade! Tente tirar o controle remoto da mão do seu irmãozinho!!! Com o controle remoto a gente controla o que quer ver e por quanto tempo. E controla o que os outros verão também!  Pena que não consigamos controlar nossa natureza com a mesma habilidade e insistência com a qual controlamos a televisão. O texto que lemos trata de várias situações originadas da falta de controle nas atitudes e palavras. Fala de quem se excede nas brincadeiras causando destruição, fala da ação nefasta do caluniador e do quão saboroso pode, enganosamente, parecer o ato de caluniar, mas quão impróprio isso é. Fala, ainda, da bondade de fachada, da falta de verdade, das más intenções escondidas no coração.

    Quem já não se sentiu enganado ou traído por alguém que fazia tantos elogios, mas só estava interessado no que você podia oferecer! E quem já não se viu falando mal de alguém, sabendo que não devia fazer aquilo, sem resistir ao prazer mórbido que isso causa. O livro de Provérbios chama isso de loucura e insensatez e adverte para as conseqüências que esse tipo de atitude gera: a pessoa acaba caindo na própria cova, e a pedra que atirou cai sobre a própria cabeça de quem a arremessou. Portanto, não vale a pena. Não vale a pena crescer diminuindo os outros, ou se promover passando por cima de alguém. Isso é cavar uma cova para si próprio. O que vale a pena, porém, é buscar a Deus, honrá-lo com nossas atitudes e imitar a Cristo, vivendo de acordo com seu ensino. O que vale a pena é a “loucura” que Cristo propõe ao dizer que quem quiser ser o primeiro, seja o último (Mc 9.35) e que “perder” ao lado dele vale bem mais do que “ganhar” com qualquer outro! O que vale a pena é deixar-se controlar pelo Espírito Santo e buscar entendimento na Palavra de Deus para assumir o controle da vida com humildade e sabedoria que vem do alto – a de Deus! - WMJ

 

  Melhor do que ter o controle da vida nas mãos é deixar-se controlar por Deus.