3 de Março

 

Aprecie

 

Leitura Bíblica: Cantares 7.1-8

 

Com o coração vibrando de boas palavras recito os meus versos em honra ao rei; seja a minha língua como a pena de um hábil escritor (Sl 45.1).

 

      Quantos de nós conseguem apreciar quem está ao seu lado e declarar o prazer que tem na presença de alguém? Seja a pessoa amada, um amigo, pai ou irmão, quantos de nós saberiam homenagear alguém em forma de poema ou canção? Quem tem a liberdade e coragem de dizer o quão é agradável viver próximo de alguém? Dizer que precisamos de alguém já é difícil, mas ainda não é o suficiente. É como dizer que precisamos de água numa tarde de verão; só por um período: e quando essa necessidade é saciada, já não temos mais o prazer inicial.

      Mas apreciar uma pessoa nos leva a desejá-la ao nosso lado e preservar sua presença e assim transmitimos aos outros o que sentimos. O poeta de Cantares faz um elogio á sua amada. Podemos interpretar mal esses versos, até porque hoje há uma deturpação da palavra amor, como podemos verificar em músicas e programas televisivos. Mas eu quero falar da sabedoria do poeta ao descrever a sua amada, saindo da vulgaridade e buscando comparações do que era mais elo e precioso naquela época. Note que ele não a compara com o que é mais necessário para a vida, mas com o que é mais belo segundo o olhar dele. Também o que o poeta faz não é necessário para a sua vida, ele viveria muito bem sem os elogios feitos á amada. Mas esses elogios são o que valorizam e dão vigor á vida e ao relacionamento dele com a amada.

     A leitura também pode ser interpretada como o amor de Cristo pela igreja, Ele não precisa, mas nos fez uma declaração de amor eterno. Nós também podemos declarar amor eterno ao nosso Deus. Mas como lembra o apóstolo João, não podemos amar a Deus que não vemos se não amarmos o próximo (1Jo 4.20). A sentença serve para quem quer apreciar o Senhor – só poderemos apreciar a glória de Deus se dermos valor a quem está ao nosso lado. – LM

 

              Quem se deixa apreciar por Deus aprende a apreciar.