13 de Março

 

Outro no lugar

 

Leitura Bíblica: João 1.6-12

 

Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam (Jô 1.11).

 

    Na segunda guerra mundial, muitos soldados alemães perderam o contato com a família. Suas cidades estavam destruídas. Não se sabia se os familiares sobreviveram ou onde viviam. Muitos soldados acabam prisioneiros de guerra. Os anos se passaram e, como não surgia notícia, foram considerados desaparecidos. Muitos tinham esposa e filhos que esperavam pela volta do marido e pai. Mas essa não acontecia. Por isso, muitas das viúvas se casaram de novo e constituíram nova família. Elas tinham o direito de reconstruir suas vidas. Porém, nem sempre essas histórias tiveram final feliz. Há relatos dramáticos de maridos que após anos de prisão e muita procura acabaram voltando para casa. Eram considerados desaparecidos, mas sobreviveram e agora voltavam para reencontrar esposa e filhos a fim de reconstruir a vida. No entanto, já havia outro em seu lugar. As esposas já não eram mais deles, pertenciam a outro. Os filhos sequer  o conheciam. Embora viessem para o que era seu, acabavam não sendo recebidos. Um outro ocupava o seu lugar e o coração da sua amada esposa. O seu lar, a sua casa, já não era mais dele. Foi assim, diz o nosso texto, com Jesus. Ele veio para o que era seu. O mundo todo, inclusive cada um de nós, foi feito por intermédio dele. Ele veio morar entre nós. Veio a fim de procurar a ser humano perdido. Veio para retomar contato. Veio para nos dizer: eu vivo. Ele bate á porta do nosso coração para nos dizer: “eu quero salvá-lo; quero reconstruir a sua vida. Sou o seu Salvador. Você pertence a mim. Quero entrar em seu coração”. Porém, ele não tem encontrado lugar na vida da maioria. Seus corações já pertencem a outro. Outras coisas, outros deus ocupam o seu lugar. E, Jesus, o Salvador, acaba rejeitado. E você, leitor, o que fará com Jesus agora? – LS

 

    Quem tem Jesus, tem tudo. Quem não tem Jesus, não tem nada.