15 de Março

 

Autoridade

 

Leitura Bíblica: Êxodo 7.1-7

 

Dou-lhe a minha autoridade (Ex 7.1).

 

   Nenhum servidor público pode agir legitimamente por conta própria. Quando baixa uma portaria, começa com uma frase a respeito das atribuições que lhe são conferidas por lei. Os fariseus compreenderam esse princípio quando perguntaram a Jesus com que autoridade ele fazia os milagres. Até no lar os filhos são ensinados a pedir permissão e recebem a autoridade dos pais.

    No plano de Deus para libertar o seu povo do Egito, o Senhor escolheu Moisés para falar com o chefe do país, o faraó. Porém, Moisés queria saber como seria aceito, visto que achava não saber falar eloqüentemente. O Senhor corrigiu o erro de pensar que tudo dependeria da fala ao lhe afirmar: “Dou-lhe a minha autoridade perante o faraó.” E acrescentou: “Seu irmão Arão será seu porta-voz.” Tudo dependeria da autoridade de Deus e não da eloqüência de alguém para mudar a situação de Israel. Isto o Senhor colocou como chave do êxito. Lembramo-nos também de que Cristo, antes de dar aos apóstolos sua ordem de ir ao mundo pregar o evangelho, lhes disse: “Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra. Portanto, vão...” (Mt 28.18019). Segundo o apóstolo Paulo, eram embaixadores de Cristo, falando com sua autoridade e, portanto, com o seu poder (2Co 5.20). Quando você dá testemunho do evangelho, conte com a autoridade e poder de Cristo pelo seu Espírito. Não esqueça, porém, que o falar de Cristo deve ser acompanhado de integridade cristã naquele que ousa falar. Arão era o porta-voz de Moisés. Mas certa vez, no deserto, estando Moisés ausente, agiu e falou sem cuidar de obedecer a Deus. Cedeu á vontade do povo e mandou fabricar-lhes um ídolo de outro. Falar como porta-voz de Moisés só valeria se Arão falasse segundo a santa lei de Deus. Jesus foi o exemplo por excelência, “ensinava como quem tem autoridade, e não como os mestres da lei” (Mt 7.29). Seja bom porta-voz de Deus, falando humildemente de Cristo! TL

 

       Para falar em nome de Deus, é preciso dar destaque a ele e não a nós.