20 de Março

 

Crer em Deus

 

Leitura Bíblica: 1 Pedro 1.18-23

 

Por meio dele vocês crêem em Deus (1Pe 1.21).

 

    Poucas pessoas se dizem atéias. Não é freqüente ouvir” Não creio em Deus!” A maioria diz ter fé em Deus. Um amigo nosso observou de passagem um ébrio que murmurava: “Tenho muita fé em Deus.” Assim é possível se enganar, pensando que a repetição de palavras religiosas aprendidas por aí tem algum valor. É preciso compreender que a fé genuína em Deus se fundamenta em algumas verdades bíblicas, a saber:

   1)  A Palavra de Deus é a base da fé nele: “A fé vem por se ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo” (Rm 10.17). Por isso é imprescindível pregar o evangelho, o poder para salvar aquele que crê (Rm 1.16). A Bíblia é o alicerce da fé. 2) A pessoa de Jesus Cristo é o objeto da fé: “Por meio dele vocês crêem em Deus, que o ressuscitou dentre os mortos e o glorificou” (v 21). Pedro escreveu aos que puseram sua fé na pessoa de Cristo, enviado por Deus para ser o sacrifício pelos pecados, derramando o seu sangue na cruz (v 19). Jesus enfatizou que seus discípulos deveriam crer nele: “ Creiam em Deus, creiam também em mim” (Jo 14.1). Criam no Deus  do Antigo Testamento; agora precisavam crer no Cristo revelado no Novo. 3) A experiência da fé é o novo nascimento. Jesus disse ao religioso Nicodemos que não poderia ver o reino de Deus se não nascesse de novo (Jô 3.3). Pedro afirmou: “Vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente” (1Pe 1.23). Quando alguém crê em Cristo, nasce de novo e sua vida se transforma. Doravante é considerado “em Cristo”. “Se alguém está em Cristo, é nova criação” (2Co 5.17).

 Pelo novo nascimento recebemos a certeza da salvação. Saulo de Tarso veio a ser mensageiro de Cristo porque creu nele de todo o coração. Afirmou: “Sei em quem tenho crido e estou bem certo” (2Tm 1.12). Você tem esta certeza? – TL

 

    Crer em Deus é confiar nele e seguir suas instruções.