24 Abril

 

Ressurreto para justiça

 

Leia-> Romanos 4:20-25

Jesus foi entregue para morrer por causa dos nossos pecados e foi ressuscitado a fim de que nós fôssemos aceitos por Deus (v.25).

 

      A ressurreição de Jesus pode ser como a presença de um mestre confeiteiro numa convenção de pessoas que lutam para emagrecer ou como sentir dor forte no dedinho o pé bem sensível. Sabemos que cada um é importante, sem compreender exatamente a razão.

     Muitos cristãos tratam a ressurreição como o final de uma história infantil – “E viveram felizes para sempre” – um lembrete de que tudo acabou bem no final. Acreditam que a ressurreição assegura que a cruz foi “vencida”, e garante que os cristãos viverão para sempre, sem ser estritamente necessária para a nossa salvação. Nossos pecados, pensam eles, seriam perdoados mesmo se Jesus não tivesse se levantado dos mortos, pois a cruz sozinha nos torna justos diante de Deus.

    Errado. Paulo disse por duas vezes que a ressurreição é tão importante quando à cruz para nos justifica perante Deus. Romanos 4:25 declara que Jesus “... foi ressuscitado a fim de que nós fôssemos aceitos têm é uma ilusão, e vocês continuam perdidos nos seus pecados.”

    Eis a razão; Jesus morreu na cruz como um pecado culpado em nosso lugar (Romanos 3:25; 2 Coríntios 5:21). Se terminasse ali, Jesus continuaria a carregar o salário do pecado, a morte. Ele permaneceria culpado, e não estaria justificado com Deus, e nós também não.

     A ressurreição declara que Jesus está “justificado” perante Deus, e nós que cremos nele, também estamos. Nós os pecadores precisamos da justiça de Cristo, e recebemos esta justiça através da Sua cruze ressurreição.

 

- Mike Wittmer