9 de Junho

 

  Água para o povo

Leia-> Mateus 25:31-46
Pois eu estava com fome, e vocês me deram comida... (v.35).

      Logo após mudar-me para Uganda, abri meu lar para dois órfãos de pais aidéticos. Noutra noite saí com estes garotos para jantar. Ao retornarmos, mirei as luzes do carro em uma pedreira e disse, “há muitos ugandenses que não podem ir à escola. Sem instrução, eles devem trabalhar duro sob o sol escaldante, martelando pedras enormes, transformando-as em pequenos cascalhos”.
      No dia seguinte, os meninos correram até a cozinha gritando, “Tia Roxanne, água para o povo!” Compreendi que eles queriam distribuir garrafas de água para os homens da pedreira. E assim fizemos.
      No dia em que estes dois órfãos estiverem na presença de Deus, fico pensando se o Senhor lhes dirá; “Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: “Venham, vocês que são abençoados pelo meu Pai! Venham e recebam o Reino que o meu Pai preparou para vocês desde a criação do mundo. Pois eu estava com fome, e vocês me deram comida; estava com sede, e me deram água. Era estrangeiro, e me receberam na sua casa.        Estava sem roupa, e me vestiram; estava doente, e cuidaram de mim. Estava na cadeia, e foram me visitar” (Mateus 25:34-36).
     Os meninos, que tinham apenas cinco anos de idade quando deram água aos estranhos, poderão responder: “Senhor, quando foi que a vimos com fome e lhe demos comida ou com sede e lhe demos água? Quando foi que vimos o senhor como estrangeiro e o recebemos na nossa casa ou sem roupa e o vestimos?” (Mateus 25:37-38).
     E Deus lhes dirá, “...Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quando vocês fizeram isso ao mais humilde dos meus irmãos, foi a mim que fizeram” (Mateus 25:40). Peça hoje mesmo que Deus impulsione seu coração para agir em favor deste “mais humilde dos meus irmãos”.
- Roxanne Robbins