29 de Junho

 

15 centavos

Leia->16:1-13
Quem é fiel nas coisas pequenas também será nas grandes; e quem é desonesto nas coisas pequenas também será nas grandes (v.10).

        Lembro-me dos dias em que praticava esportes no Ensino Médio e, queria muito uma nova luva de beisebol. Encontrei a luva que queria em uma loja de artigos esportivos e comecei a economizar o dinheiro. Mas no dia da compra, faltou 15 centavos, pois eu me esquecera do imposto sobre a mercadoria.
      O dono da loja permitiu que eu levasse a luva, mas queria que trouxesse os 15 centavos que faltavam, assim que os tivessem. Eram somente 15 centavos! Mas seu pedido estava me ensinando a importância das pequenas coisas.
      Passaram-se uns 12 anos. Ao aguardar para comprar um jornal de uma máquina automática, o homem que comprava antes de mim segurou a porta aberta, prendendo-a. Dirigindo-se a mim, ofereceu um jornal “grátis”. Eu rejeitei, eram “somente” 50 centavos. Mas significava muito mais do que isso.
      No livro de Lucas 16, ao ensinar uma lição sobre a integridade, Jesus usou uma parábola sobre um homem que era mais astuto do que honesto. Tal homem usava as finanças de seu mestre para assegurar a sua própria segurança financeira. Mas Jesus disse, “Quem é fiel nas coisas pequenas também será nas grandes; e quem é desonesto nas coisas pequenas também será nas grandes” (v.10).
      Deus advertiu o Seu povo Israel sobre a integridades nos negócios. “Não prejudiquem os outros...” Ele disse, “Usem balanças certas, pesos certos e medidas certas...” (Levítico 19:35-36).
     Desonestidade, mesmo nos pequenos negócios, permite que outros menosprezem o nome do Deus que servimos. E como disse o sábio, “O bom nome vale mais do que muita riqueza” (Provérbios 22:1).
     Se você não tiver integridade nas pequenas tentações, você não terá chance alguma quando as grandes chegarem.
-Tim Gustafson