16 Julho

 

Legado

 

Leia-> Deuteronômio 4: 1-9

Não as esconderemos dos nossos filhos, mas falaremos aos nossos descendentes a respeito do poder de Deus, o Senhor, dos seus feitos poderosos e das coisas maravilhosas que ele fez (Salmo 78:4).

 

        A maioria dos pais deseja uma vida melhor para os filhos. Muitas vezes, aqueles que têm condições financeiras deixarão uma herança considerável para os filhos – na esperança de que o dinheiro extra os ajude a enfrentar as necessidades, os perigos e as incertezas da vida. Esta atitude é nobre, pois Provérbios 13:22 diz: “O homem bom terá uma herança para deixar para os seus netos...”

    Entretanto, não é melhor que podemos fazer. Deus ordena que deixemos um legado que o dinheiro não pode comprar. Quando Ele libertou os israelitas da escravidão no Egito os advertiu: “tenham cuidado e sejam fiéis para que nunca esqueçam as coisas que viram. E contem aos seus filhos e netos” (Deuteronômio 4:9).

    Os israelitas deveriam transmitir sua aliança com Deus aos seus filhos, falando frequentemente  a Seu respeito: “...e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem” (Deuteronômio 6:7). Se fosse bem-sucedidos em levar seus filhos a amarem a Deus, então seus descendentes viveriam “...muitos anos na terra que o SENHOR Deus jurou dar aos nossos antepassados...” (Deuteronômio 11:21). Se falhassem e seus filhos se voltassem aos ídolos, então eles desapareceriam “...logo da terra...”  e seriam  “...completamente destruídos” (Deuteronômio 4:26).

    Portanto, deixar um legado espiritual também pode resultar em apoio financeiro à próxima geração. Os mansos verdadeiramente herdarão a terra. Embora a curto prazo não haja garantias, aqueles que foram criados para amar a Deus e ao próximo estão mais preparados para administrar que venham a receber. Mais importante, “...ponham a sua esperança em Deus, que nos dá todas as coisas em grande quantidade...” Ele vai capacitá-los a “...receber a vida, a verdadeira vida” (1 Timóteo 6:17-19).

-Mike Wittmer