19 Agosto

Anormais

Leia-> Salmo 73
Parece que não adiantou nada eu me conservar puro e ter as mãos limpas de pecado (v.13).


     Freak folk, psych folk e folk-pop são termos usados para descrever gêneros dentro da música folk (popular, ou das pessoas). Musicalmente, o freak folk (freak significa anormal, bizarro) tem instrumentos acústicos, geralmente violão, e às vezes violino ou flauta, acampanhandos de instrumentos de percussão como bongôs. O psych folk é uma mistura de música folk com rock ou pop psicodélicos. As variações de música folk não param de surgir.
     A Bíblia tem seu próprio tipo de música popular. Está nos Salmos. Essas fascinantes canções “populares” contam as experiências de vários homens e mulheres. Contam histórias sobre transtornos emocionais, problemas e perturbações que os crentes em Deus enfrentam.
    Vejam o Salmo 73, por exemplo. Começa igual a algumas músicas populares contemporânea, com o autor reclamando das injustiças do mundo. A letra é de uma honestidade nua e impactante. Asafe, músico chefe de Davi, questiona se sua busca por Deus valeu a pena (vv.13-14). Pessoas egoístas, mesquinhas “...têm muito e ficam cada vez mais ricos” (v. 12). Eles zombam de Deus e nada lhes acontece. Asafe se questiona se ele foi um anormal por manter o coração puro. Valeu a pena?
    Mas quando ele vai ao santuário de Deus, encontra nova perspectiva e entendimento (v.16). Asafe é relembrado de que os ímpios e suas atitudes terão um fim, e renova o seu desejo de quebrantar o coração diante de Deus (v.21). Ele compreendeu que nada no céu u na terra é melhor do que estar perto do soberano Senhor (vv.23,28).
    Aprendemos com esse clássico atemporal que ao voltarmos os nossos olhos para Deus, adquirimos a Sua perspectiva. Percebemos então, que a vida não é tão melancolia e sóbria, e vemos, claramente, que Deus está no controle e se importa conosco - Seus “anormais”.
-Poh Fang Chia