2 Setembro

 

Carpe diem

 

Leia->Eclesiastes 12:1-5

Respeite o seu pai e a sua mãe, para que você viva muito tempo na terra que estou lhe dando (Êxodo 20:12).

 

      "Carpe diem! Aproveitem o dia! Tornem suas vidas extraordinárias! "recomendava insistentemente o professor de inglês John Keating no filme Sociedade dos Poetas Mortos. Gosto do lema: Carpe diem (latim, aproveite o dia). Ele me incentiva a viver cada dia com plenitude, sem desperdiçar um momento sequer. Após assistir recentemente a um drama que retratava o relacionamento entre dois filhos na casa dos 30 anos e seu pai, adquiri um novo e mais amplo entendimento desta expressão.

      Os filhos estavam "aproveitando o dia" em suas carreiras e relacionamentos. O pai estava sempre à disposição deles, providenciando uma boa refeição ou levando os netos ao colégio, até sofrer um derrame cerebral. Para os filhos pareceu tão repentino. Não houve sintomas anteriores - nenhuma mudança que tivessem percebido. Enquanto o pai estava em coma, eles perceberam que consideravam o pai como alguém sempre disponível. Não estavam "aproveitando o dia" em seu relacionamento com ele.

      Ao lermos Eclesiastes 12:1-5, somos propensos a concentrar nossa atenção nas razões para nos lembrarmos do nosso Criador enquanto somos jovens. Podemos deixar - para nossos pais (e para nós). Um dia as pernas deles começarão a tremer, os ombros se curvarão para frente, os dentes deixarão de mastigar e a visão ficará embaçada (v.3). Um dia a energia deles diminuirá. Não mais veremos a costumeira vivacidade dos seus passos ou o prazer que tinham ao executar uma tarefa (vv.4-5).

      As oportunidades para honrarmos nossos pais têm um tempo limitado. Um dia, como observou o sábio rei Salomão em Eclesiastes 12:5: "...[estarão] caminhando para o [seu] último descanso..." Se os teus pais ainda estiverem vivos, honre-os hoje. Carpe diem.

-Poh Fang Chia