12 Setembro

 

Redimensionando-nos

 

Leia-> Salmo 19

O céu anuncia a glória de Deus e nos mostra aquilo que as suas mãos fizeram (.v.1).

 

   Recentemente li um artigo que descrevia como o ex-presidente americano Theodore Roosevelt algumas vezes encerrava um longo dia de trabalho com os diplomatas. Ele os levava para fora da Casa Branca, ficava no gramado e contemplava o céu. Enquanto examinava cuidadosamente as estrelas e a vastidão do universo, os convidados seguiam seu exemplo. Após uma longa e silenciosa pausa, o Sr. Rooselvelt dizia: “Senhores, creio que agora somos suficientemente pequenos. Vamos dormir.”

   Muitos anos atrás, quando o salmista escreveu o Salmo 19, podemos imaginar que ele estava tentando despertar a mesma reação do povo de Deus. Lembrou aos seus leitores que Deus revelou Sua grandeza na crianção. O que Davi quis dizer quando afirmou que “...o céu anunciou a glória de Deus” (Salmo 19:1-6). Ele estava dizendo que o universo é uma revelação da existência de Deus, de poder e beleza tão grande que deveria conduzir cada ser humano na face da Terra a buscar a Deus. A agradecer por trazê-lo à existência. A adorá-lo.

    Como não podemos conhecer plenamente os propósitos de Deus para as nossas vidas através da criação, Ele revelou os Seus planos através das Escrituras. A Bíblia nos ensina a viver em comunhão com Deus e em paz e justiça com próximo. Ao lermos a lei de Deus, ela vivificará nossas almas, nos tornará sábios, trará alegria aos nossos corações e nos dará inspiração para viver (vv.7-11).

    Refletir sobre a grandeza de Deus conforme está revelada nas Escrituras deveria nos conduzir a um redimensionamento de nós mesmos. E Buscaremos Seu perdão (Salmo 19:12), proteção contra o egoísmo e o orgulho (v. 13) e orientação para que os nossos pensamentos e palavras sejam agradáveis aos Seus olhos (v.4).

-Marvin Williams