30 Setembro

 

Permaneça em posição

 

Leia-> 2 Crônicas 26:3-21

Enquanto [...] Uzias seriu a Deus fielmente [...] Durante esse tempo Deus o abençoou (v.5).

 

     “Permaneça em posição!” , o sargento fritou para o soldado. “Você não está só. Confie em seus companheiros!” Ele tinha abandonado seu posto no flanco direito da patrulha para ajudar a defender o lado esquerdo contra uma emboscada. Porém, o sargento tinha uma informação que o soldado desconhecia: o “inimigo” atacaria pela direita. A emboscada era uma armadilha no exercício militar.

    O treinamento militar torna os indivíduos humildes, destruindo-os para reconstruí-los como parte de uma equipe. Na vida também é assim.

   Muito tempo atrás um grande líder militar aprendeu essa lição ao tentar assumir responsabilidades demais. Mas a verdadeira tragédia foi a sua destruição após uma vida inteira de bons serviços prestados.

    Uzias era um excelente rei que implementou reformas extremamente necessárias em Judá. Sob a tutela do profeta Zacarias, ele seguiu a Deus e conquistou vitórias contra os seus inimigos. “Porém, quando se tornou assim poderoso, Uzias ficou cheio de orgulho, e essa foi a sua desgraça...” (2 Crônicas 26:16).

   Certo dia, Uzias entrou no templo para usurpar os deveres sacerdotais. Quando o sumo sacerdote Azarias e outros 80 sacerdotes confrontaram o arrogante rei, Uzias enfureceu-se. Mesmo assim, enquanto insultava os sacerdotes “...uma terrível doença da pele apareceu na sua testa” (v.19). Uzias passou o resto da vida isolado, incapaz de governar.

    Muitos daqueles que dizem amar a Jesus não o demonstram servindo-lhe. Outros porém, talvez na tentativa de suprir a falta, assumem responsabilidades demais. Eles querem “consertar” o mundo confiando na própria força.

    As duas abordagens estão incorretas. Todavia ao “permanecermos em posição”,  dependendo do Senhor a cada dia para nos dar força e sabedoria, Ele pode nos usar para Sua glória – não nossa.

-Tim GUstafson