21 Outubro

Castelo forte

Leia-> Salmo 46
Deus é o nosso refúgio e a nossa força, socorro que não falta em tempos de aflição (v.1).

     
Você deve conhecer Martinho Lutero como o pai da Reforma e tradutor da Bíblia para o alemão. Mas o que poucos lembram é que ele também compôs 37 hino, sendo o mais popular “Castelo Forte”, também conhecido como Hino de Batalha da Reforma. Existem pelo menos 70 versões diferentes em inglês. A versão mais conhecida em português contém as palavras “Castelo forte é nosso Deus, escudo e bom refúgio” (CC 323).
       O HINO DE Lutero baseia-se no Salmo 46, que fala sobre o refúgio e proteção que Deus oferece em tempos de aflição (v.1). Perigos como desastres naturais (vv.2-3) são uma realidade sempre presente. O mundo já experimentou grande devastação e destruição causadas por terremotos, maremotos e furações. E Jesus nos avisou de uma futura catástrofe de proporções cósmicas (Lucas 21:11,25-26; Mateus 24:29-30; Apocalipse 16:18-21). Mas não importa o que acontecer, ou o quanto as circunstâncias forem adversas, aquele que fizer de Deus o seu refúgio e fortaleza, estará seguro (Salmo 46:1-3).
     Vivemos em um mundo repleto de conflitos (vv.8-9), onde é normal a hostilidade e guerra entre as nações, inúmeras delas travadas nestas últimas décadas. Mas Jesus falou sobre ainda maiores (Lucas 21:9-10; Mateus 24:6-7) e a última guerra do mundo, a de Armagedom (Zacarias 14:2-3; Apocalipse 16:12-16; 19:11-21). O resultado desta batalha apocalíptica será a vitória para o povo de Deus (Salmo 46:5) e paz para o mundo (v.9). Por duas vezes somos assegurados que o “Senhor Todo- Poderoso” está conosco; nosso Deus é nosso refúgio (vv.7,11).
     Não importam as circunstâncias, Deus nos chama a “... [parar] de lutar e [saber] que [Ele é] Deus...” (v.10). Com esperança nele, cantaremos “Castelo forte é nosso Deus, escudo e bom refúgio.”
-K. T. Sim