24 Outubro

Ele nos suprirá

Leia-> marcos 8:1-10
Estou com pena dessa gente porque já faz três dias que eles estão comigo e não têm nada para comer (v.2).

      
Um homem caiu num buraco e várias pessoas reagiram assim: O realista diz “É um buraco.” “Tudo ficará bem”, sorri o otimista. O repórter propõe: “Quanto quer por uma entrevista exclusiva sobre a vida no buraco?” “Você tem licença para este buraco?” indaga o policial. E o matemático se apressa “Posso calcular a largura, comprimento e profundidade do buraco para você!”
O que o homem precisava era de alguém que suprisse sua maior necessidade – que o ajudasse a sair dali.
      Foi o que Jesus fez por um grupo de pessoas que estava com Ele ouvindo Seus ensinamentos. Algumas delas vieram de longe, e estavam ali há dias. Com o tempo, os seus suprimentos acabaram (Marcos 8:2). Compadecido, Jesus quis supri-lhes as necessidades. Jesus compreendeu o que eles estavam passando; colocou-se no lugar deles para sentir a sua fraqueza, vulnerabilidade, solidão, fragilidade; e dispôs-se a fazer algo para reverter a situação (v.3).
      Os discípulos fizeram uma pergunta prática: “...Como vamos encontrar, neste lugar deserto, comida que dê para toda essa gente?” (v.4). Esta pergunta subestimava a pessoa, o poder e a desenvoltura de Jesus para suprir as necessidades de Sua povo. Jesus respondeu “Quantos pães vocês têm...” Tudo o que tinham eram sete pães e alguns peixes (vv.5-7). Mas Jesus com essas provisões escassas, milagrosamente alimentou quatro mil pessoas (vv.8-9). Incrível!
     Podemos confiar em Jesus para suprir nossas necessidades, lembrando que: 1) Ele se preocupa com nossas necessidades; 2) Ele pode e usará recursos aparentemente inadequados e naturais para suprir nossas necessidades de maneira sobrenatural; 3) Ele não se limita a nos suprir apenas uma vez; e 4) Ele ás vezes, suprirá nossas necessidades com mais do que necessário. Ele é o nosso fiel provedor!
-Marvin Williams