25 Outubro

Amando a Jesus

Leia-> Mateus 25:34-40
Aí o Rei responderá: “Eu afirmo a vocês que isto é verdade; quando vocês fizeram isso ao mais humilde dos meus irmãos, foi a mim que fizeram” (v.40).

    
Jesus deixou nosso mundo muito antes de nós chagamos. E apesar de Suas supostas aparições no decorrer dos tempos, nenhum de nós o viu de fato. Então como podemos amar alguém que nunca vimos?
    Jesus falou sobre isso na noite anterior á Sua morte. Ele prometeu que voltaria na forma de Seu Espírito para viver conosco para sempre. Então, de certa forma, Jesus não se foi, pois vive em nós como a terceira pessoa da Trindade (João 14:16-19). O Espírito de Cristo nos une a Jesus, abrindo nossos ouvidos para ouvir Sua voz quando lemos a Escritura (1 Coríntios 2:10-16)e nos ajudando a orar, intercedendo por nós com “...gemidos que não podem ser explicados por palavras” (Romanos 8:26).
    Além dessa comunicação espiritual, há outra maneira, geralmente esquecida, de amarmos Jesus hoje. Ele nos disse que quando servimos aos outros também amamos a Ele, pois Ele pessoalmente recebe toda refeição e copo de água, cada porta aberta e mão estendida oferecidas “...ao mais humilde dos [Seus] irmãos” (Mateus 25:34-40). Servir ao necessitado, para nós pode não parecer tão atraente quanto expressar nosso amor diretamente a Jesus, mas Ele nos assegura de que vale tanto quanto.
    Quando a peste bubônica chegou a Wittenberg, na Alemanha, em 1527, muitos pastores apavorados queriam fugir para se salvar. Mas Martinho Lutero ordenou que eles ficassem e cuidassem dos enfermos e moribundos. Ele os encorajou dizendo: “Se querem servir a Cristo e esperar nele, muito bem, aí está um doente próximo de você. Vá até ele, sirva-o, e você encontrará Cristo nele [...] qualquer um que pretenda servir a Cristo, em pessoa, precisa servir a seu próximo também.”
     Nós não simplesmente amarmos o nosso próximo.
-Mike Wttmer