29 Outubro

A grande busca de Deus

Leia-> Salmo 8:3-8
...Que é um ser mortal para que te preocupes com ele? (v.4).

    
A manchete relata um daqueles romances de tirar o fôlego que só se vê nos filmes. Patrick Moberg viu uma mulher estonteante no meio da multidão de metrô de Manhattan, em Nova Iorque, mas não conseguiu se aproximar dela. Desesperado, ele criou um site e começou uma busca, procurando a garota que ele havia visto apenas por alguns instantes, mas que não conseguia esquecer. Surpreendentemente, após 48 horas, numa cidade de oito milhões de habitantes, ele a encontrou: Ela era uma jovem australiana.
    Sempre que ouvimos uma história sobre uma grande paixão, não conseguimos deixar de escutar, observar, nos maravilhar. Somos atraídos pela intensa emoção, e somos curiosos em descobrir o que motiva tudo isso.
      No Salmo 8, o autor está fascinado com a maneira avassaladora com que Deus buscou alcançar Sua criação – Seu povo – com zeloso amor. Davi usou exemplos sublimes do poder e do empenho de Deus “ O céu que [Ele criou] [...] a lua e [...] as estrelas que [Ele pôs] nos seus lugares” e se mostrou estupefato com o fato de um Deus tão poderoso se impostar tanto conosco (vv.3-4): “...que é um simples ser humano para que penses nele...?”
     Quando olhamos com honestidade para a nossa fragilidade, comparando os nossos caminhos com o grande e inflexível amor de Deus, começamos a perguntar: Por que Deus nos ama tanto se na maioria das vezes nós o desprezamos? Sabendo quem Ele é – e quem nós somos – por que Deus nos buscaria alcançar?
     A resposta para essas perguntas transita por cada página da Bíblia. Em uma punica palavra, é o amor. Deus amou. E por Deus amar, Ele veio até nós e por nós.
-Winn Collier