3 de Novembro

 

Escândalos

 

Leitura Bíblica: Mateus 18.8-9

 

Não damos motivo de escândalo a ninguém, em circunstância alguma, para que o nosso ministério não caia em descrédito (2Co 6.3).

 

      Um dia desses me surpreendi com um repórter anunciando na televisão um típico caso de escândalo. Logo que essa palavra foi pronunciada, imaginei que seria um caso de adultério entre políticos ou empresários. Mas, não sei se feliz ou infelizmente, era mais um caso de sonegação de impostos em que o dinheiro público ia pelo ralo.

     Fiquei uns minutos a pensar o porquê da ligação automática no meu cérebro entre escândalo e adultério. Estava condicionado a achar que as palavras escândalo e adultério deveriam vir juntas. Terá sido por causa de casos recentes na igreja de Cristo?

     Não satisfeito, fui consultar o Aurélio, que me forneceu a seguinte definição de escândalo: "O que é causa ou resultado de erro ou pecado". Portanto, escândalo não é só o famigerado adultério. É a causa ou resultado de qualquer pecado!

    Fui para a Bíblia e encontrei! Mateus 18.8-9. Em algumas versões o tropeço substitui o escândalo. Escândalo é isso - tropeço, erro provocando erro.

      Em Mateus 16.23 Jesus se pronuncia a respeito, dizendo a Pedro: "Para trás de mim, Satanás! Você é uma pedra de tropeço  (escândalo) para mim, e não pensa nas coisas de Deus, mas nas dos homens."

     Não pensar nas coisas de Deus é um escândalo.

     Mais adiante Pedro entra em cena, respondendo a Jesus: "Ainda que todos se escandalizem de ti, eu nunca me escandalizarei" *Mt 26.33 ARC).

     Escândalo é negar a Cristo, é a omissão, é calar-se conhecendo a verdade. Não falar de Cristo é um escândalo!

     Foi difícil compreender isso, mas é essencial para que nossa vida seja frutífera em Cristo, como alerta Paulo no versículo-chave de hoje. - LM

 

      Uma vida com Cristo e escândalos não combinam.